Rádio Resistência

Notícias

13/06/2017

Polícia Federal prende suspeitos de fraudar saques do FGTS

Vinte pessoas suspeitas de sacar indevidamente o dinheiro de contas inativas do FGTS foram detidas pelas Polícias Civil e Militar neste sábado (10) em São Paulo, de acordo com a Polícia Federal. Até as 18h30, a operação não havia terminado, então não era possível dizer se todos serão presos.

As agências da Caixa Econômica Federal onde eles se encontravam estão localizadas na capital e na Grande São Paulo. Todos os indivíduos que forem efetivamente autuados e presos em flagrante serão enviados ao sistema prisional estadual paulista. Eles responderão pelo crime de furto qualificado por meio de fraude, com penas de 2 a 8 anos de reclusão.

Num segundo momento, após a instauração dos inquéritos policiais, serão iniciadas investigações para verificar se os presos tinham alguma conexão entre si e também por quais meios obtiveram as informações que possuíam.

Essas pessoas fariam parte de um grupo que criou um site falso na internet de consulta ao saldo do FGTS inativo. Com as informações dos usuários, como senhas, a quadrilha fez saques em caixas que não exigem cartão.

Elas foram presas em flagrante, por furto mediante fraude. Pela manhã, três pessoas foram presas em frente a um café ao lado de uma agência da Caixa, na região da Avenida Paulista. Elas estavam com R$2.567 em espécie e 50 comprovantes de saque.

A Caixa Econômica Federal informou que "detalhes sobre eventos criminosos são repassados exclusivamente às autoridades policiais, no caso, para a Polícia Federal". A empresa disse que "coopera integralmente com as investigações das autoridades competentes".

O banco informou que, caso alguém identifique alguma divergência, "a Caixa orienta que ele compareça a uma das agências do banco, munido do respectivo documento de identificação e carteira de trabalho, ou outro documento que comprove o término do vínculo trabalhista que deu origem aos depósitos ao FGTS, para atendimento e obtenção de informações sobre a conta de sua titularidade".

 
 
 
 
 
 
 
PF prende suspeitos de fraudar saque das contas inativas do FGTS

PF prende suspeitos de fraudar saque das contas inativas do FGTS

 

Nova fase de saque das contas inativas

 

As prisões aconteceram no primeiro dia de saque do 4º lote das contas inativas do FGTS. A partir de hoje, podem sacar os trabalhadores nascidos nos meses de setembro, outubro e novembro.

Prevista inicialmente para começar no dia 16, a quarta fase foi antecipada em função do feriado da próxima semana, segundo o presidente da Caixa, Gilberto Occhi.

Segundo a Caixa, 7,5 milhões de trabalhadores têm direito a sacar recursos de contas inativas nesta quarta fase. O valor disponível para saque é de cerca de R$ 10,9 bilhões, o que equivale a 25% do total a ser liberado pelo programa.

Mais de 2,4 milhões de trabalhadores receberão seus recursos automaticamente via crédito em conta poupança da Caixa, que representa R$ 2,9 bilhões em recursos.

Tem direito a fazer os saques das contas inativas o trabalhador que pediu demissão ou foi demitido por justa causa até 31 de dezembro de 2015. O trabalhador não pode sacar o FGTS de uma conta ativa, ou seja, que ainda receba depósitos pelo empregador atual.

 
G1