Rádio Resistência

Notícias

08/03/2018

Ivânia Pereira reforça para a necessidade de políticas públicas contra o feminícido

Em Aracaju, a diretoria do Sindicato dos Bancários de Sergipe (SEEB/SE) participou da vigorosa manifestação do Dia Internacional das Mulheres, alusiva ao Dia 8 de Março, na manhã desta quinta-feira. Os protestos foram organizados de forma unificada por várias entidades sindicais e movimentos populares.

A presidenta do SEEB/SE, Ivânia Pereira destacou o aumento do índice de violência contra a mulher no Brasil e em Sergipe. Ela denunciou o governo federal de não implementar e priorizar políticas públicas sociais capazes de reverter à violência de gênero, como o feminicídio e a cultura de estupro.  

Às 7h da manhã, a concentração da atividade foi embaixo do Viaduto do Dia com intervenções e apresentações lúdicas. Às 9h30, os manifestantes (mulheres e homens) seguiram em passeata pela Avenida Adélia Fontes. Novos protestos aconteceram em frente ao Palácio dos Despachos.

Solidariedade ao Fisco

No Palácio dos Despachos, antes mesmo da chegada da passeata das mulheres, desde cedo da manhã, o Sindicato do Fisco de Sergipe (Sindifisco) também realizava um ato. O Fisco cobrou do governo estadual uma contraproposta para as reivindicações da categoria, que está em greve desde o último dia 3. Ao lado do presidente do Sindifisco, Paulo Pedroza, Ivânia Pereira saudou os auditores e auditoras e afirmou que “o SEEB/SE vem acompanhando o movimento justo do Fisco e do conjunto dos servidores públicos estaduais e que torce por um desfecho positivo para a categoria”.

Ascom SEEB/SE