Rádio Resistência

Notícias

05/05/2018

Encontro de Bancários e Bancárias de Sergipe reafirma resistência

Rumo à Campanha Nacional de Bancários

Mesa solene reúne lideranças políticas e representantes da categoria bancária 

O Encontro de Bancários e Bancárias de Sergipe, com o tema ‘Garantir direitos e em defesa da democracia’ reuniu funcionários das instituições financeiras públicas e privadas do estado. Os participantes deliberam sobre sugestões para as pautas das minutas específicas para as conferências Interestadual e nacionais da categoria e reafirmaram à disposição para a resistência contra perdas de direitos durante a nova Campanha Nacional dos Bancários (2018/2019). “Dentre as preocupações, reafirmamos a nossa defesa da manutenção de direitos já conquistados na Convenção Coletiva, a proteção do emprego e contra a precarização das condições de trabalho dentro das agências”, sintetiza a presidenta do SEEB/SE, Ivânia Pereira. O evento foi realizado na sede do Sindicato, no último sábado (5).  
Mesa solene e representativa
A abertura solene contou com representação plural. Liderada pela anfitriã Ivânia Pereira, estavam na mesa o presidente da Federação dos Bancários da Bahia e Sergipe, Hermelino Neto; presidente da CTB, Adêniton Santana; os vereadores Antônio Bittancourt (PcdoB), Isac (PC do B) e Américo de Deus (Rede); o presidente da AEA, Eurípedes Teles de Menezes Júnior; o presidente da Agecef/SE, João Ricardo; diretor do Sergus/Banese, Augusto Cesar; diretor da Unei, José Roberto Alves  e o diretor da AFBNB, José Carlos Cabral.   
Palestras
Após a abertura, três palestras promoveram a reflexão sobre “Balanço dos bancos”, com o economista do Dieese, Luís Moura; “Em defesa da Previdência Social”, com o representante do Escritório Fernandes Advogados, Antônio Soares, e “Os impactos da nova Lei Trabalhista”, com o presidente da OAB/SE também representante da Advocacia Operária, Henri Clay Santos Andrade (presidente da OAB/SE). Veja nesta edição a síntese das palestras. No turno da tarde, foi realizado os Grupos de Trabalho por bancos: Banco do Brasil, Caixa econômica, Banese, Banco do Nordeste e Bancos provados. Acompanhe também neste site os relatórios dos debates desses grupos. 

Recepção inusitada: labirinto sensorial

Uma encenação teatral denominada de ‘labirinto sensorial’ foi construída na entrada da sede do SEEB/SE. Com o tema da resistência e defesa dos direitos da categoria, os artistas interpretaram o patrão, a ameaça de corte de direitos e baú das conquistas das últimas Convenções Coletivas. A encenação teve o objetivo de despertar o senso crítico. O labirinto sensorial é uma técnica do teatro performático e antropológico que extrapola a encenação teatral e provoca no expectador sensações diversas, na tentativa de despertar ainda mais o senso crítico. O texto é de Virgínia Lucia e os atores.

Nova paródia teatral

No Espaço Cultural José Souza de Jesus da sede do SEEB/SE, após almoço coletivo, os participantes do Encontro de Bancários e Bancárias assistiram o novo esquete teatral, “Sem democracia, o que é direito não se cria”,encomendado pelo SEEB/SE para ajudar na mobilização da Campanha Nacional dos Bancários com o Tampa Produções Artística “Como tradição, o teatro popular vai nos acompanhar nas nossas andanças nas agências bancárias para conversarmos com funcionários(as) e clientes dos bancos sobre o momento difícil e de retrocessos por que passa o país”, conta Ivânia Pereira. Na nova paródia, contracenam os atores da Tampa Produções Artísticas: Tânia Maria (bancária), Nigroh horgin (banqueiro) e Rai Barbosa (arlequim narrador). 

Por Déa Jacobina Ascom SEEB/SE