31/10/2014

Combate ao Assédio Moral
Denúncia MPT

Usuários on-line

1 Visitante

Agência Voz: Caixa sai da greve, mas Banese e BNB continuam parados

Na manhã desta quinta-feira, 22, os bancários da Caixa Econômica Federal estão voltando aos seus postos de trabalho. Depois de uma assembléia acirradíssima e que deixou muitos descontentes, a categoria acabou decidindo que não havia mais força para continuar sustentando a greve apenas no Estado de Sergipe, já que as demais federações do Nordeste acabaram com a paralisação.

Os funcionários do Banese e do Banco do Nordeste levarão a greve adiante até que sejam oferecidas propostas mais favoráveis. A vantagem da última oferta do Banco de Sergipe aos caixas acabava incidindo em apenas R$ 40 sob seus salários, o que mais uma vez foi considerado insuficiente. A situação dos funcionários do Banco do Nordeste só será definida na próxima segunda-feira.

Mesmo com a aprovação do retorno ao trabalho, o sentimento entre os funcionários da Caixa Econômica era de plena insatisfação. “Eu gosto de trabalhar na Caixa, mas parece que nós voltamos da greve humilhados, porque as piores propostas apresentadas são sempre as da Caixa. Parece que eles esperam todo mundo apresentar as suas propostas para oferecer o pior”, avaliou antes da votação o bancário identificado como Paulinho ‘Fala Sério’.

Alguns pronunciamentos denunciaram manipulação na negociação nacional. Mas também tiveram bancários que se colocaram contrários à continuidade da greve. “É um risco muito grande apenas a Caixa ficar em greve no Nordeste. Numa paralisação é importante a gente saber a hora do vôo e da aterrissagem, para que ela seja honrosa”, avaliou Celi Dózea presidente da Apcef.

O presidente do Sindicato dos Bancários, José Souza, já vinha dizendo em outras assembléias que o começo e o fim da greve são os momentos mais delicados. “Nós somos um sindicato democrático, todo bancário tem direito de se expressar, mas fim de greve é o momento mais crítico da luta. As pessoas querem o céu e não se conformam com o purgatório. Mas acho que todos os bancários voltam da greve com vitória. Houve ganho real, mesmo os funcionários da Caixa tiveram aumento na Participação dos Lucros. A categoria enfrentou a inflexibilidade da empresa e conseguiu aumentar para 6% a proposta de reajuste que inicialmente era de 4,5%, além de negociar a realização de concurso público para a contratação de mais pessoas, por isso não tenho dúvida que a categoria voltou ao trabalho de cabeça erguida”, avaliou Souza.




 
FH - 2010 © Copyright Sindicato dos Bancários de Sergipe - Todos os direitos reservados.
Av. Gonçalo Prado Rollemberg, 794/804 - Centro - Aracaju/SE - CEP: 49010-410 Fone: (79) 2107-1868
Site visitado: 5628180 vezes