Rádio Resistência

Notícias

07/08/2018

Proposta da Fenaban é incompleta. Comando recomenda rejeição.

A proposta apresentada pela Fenaban ao Comando Nacional dos Bancários deixa a desejar. Na verdade, está muito longe da pauta reivindicada pela categoria. Na negociação desta terça-feira (07/08), a Federação Nacional dos Bancos se limitou apenas a oferecer reajuste salarial pelo índice da inflação e ignorou as demais demandas, inclusive sobre a manutenção dos direitos garantidos na CCT (Convenção Coletiva de Trabalho).

Diante da proposta incompleta, o Comando Nacional dos Bancários orienta pela rejeição nas assembleias que acontecem nesta quarta-feira (08/08), em todo o país. O Sindicato dos Bancários da Bahia realiza no Ginásio de Esporte, na ladeira dos Aflitos, a partir das 18h. 

Agora, mais do que nunca os trabalhadores devem se unir e partir para luta, inclusive participando ativamente das atividades desta sexta-feira (10/08), Dia do Basta. Vale destacar que a Convenção Coletiva de Trabalho tem validade até o dia 31 de agosto e, com a reforma trabalhista imposta pela agenda neoliberal, nada mais está garantido depois.

Somente a mobilização pode assegurar um acordo justo. O reforço é feito pelo presidente da Federação dos Bancários da Bahia e Sergipe, Hermelino Neto. "Precisamos mostrar aos bancos que estamos insatisfeitos com a postura adotada durante a campanha e que não abriremos mão de nenhum direito". Sobre a proposta de reajuste, destaca que a proposta pode conter aumento real, afinal somente no ano passado, o lucro do setor passou dos R$ 77 bilhões. A próxima rodada acontece em 17 de agosto. Um dia antes, 16 de agosto, o Comando se reúne. 

Fonte: Sindicato dos Bancários da Bahia