Rádio Resistência

Notícias

06/11/2018

A DESVALORIZAÇÃO DOS FUNCIONÁRIOS PELO BANCO BRASIL

Departamento Jurídico

Anos de dedicação sem o reconhecimento do BB

O Sindicato dos Bancários de Sergipe (SEEB/SE) tomou conhecimento que o Banco do Brasil aqui em Sergipe está desencadeando uma verdadeira avalanche de descomissionamento entre funcionários, que possuem algum tipo de gratificação de função, e redimensionamento de agências.

A alegação dessa vez é de “justo motivo”. Qual seria esse motivo? Notícias dão conta de que, quem possui ações contra o banco relativas à 7ª e 8ªhoras, está em vias de perder a comissão. O SEEB/SE está acompanhando esse procedimento desastroso do banco. Para aqueles que possuem mais de 10 anos na função e que já ajuizaram ação individual (coletiva SEEB/SE – processo nº 0001915-96.2017.5.20.0005 - Tutela de urgência não concedida), antes da entrada em vigor da nova legislação trabalhista, os juízes da 1ª instância aqui em Sergipe em sua maioria têm tido um entendimento favorável da garantia da incorporação do direito, inclusive com a concessão de liminar.

Todavia, existem também algumas decisões desfavoráveis. A assessoria jurídica do Sindicato tem acompanhado esse procedimento da superintendência e não irá admitir qualquer prejuízo a nossa categoria. Portanto, aquele colega que estiver ameaçado por essa atitude nefasta favor informar ao jurídico do SEEB/SE no endereço jurídico@bancariose.com.br, para que possamos tomar as providencias. Para o Sindicato, essas novas medidas do banco aqui no Estado trata-se de uma determinação institucional, o que coloca em jogo muito mais do que a retirada de direitos, ou seja, a própria existência da instituição.