Rádio Resistência

Notícias

03/03/2021

Comando d@s Bancári@s negocia renovação do acordo emergencial da Covid-19 no BB


Em reunião com a direção do Banco do Brasil nesta terça-feira (2/3), o Comando Nacional dos Bancários conseguiu negociar a renovação integral do Acordo Coletivo de Trabalho Emergencial (Pandemia Covid-19), que prevê o não descomissionamento por desempenho enquanto durar a pandemia; anistia de 10% do saldo total de horas negativas a compensar e prazo de compensação de horas negativas de 18 meses, para os trabalhadores que não estão em home office nem no presencial.

O acordo anterior venceu no dia 31 de dezembro de 2020 e foi prorrogado devido a uma liminar do Supremo Tribunal Federal (STF), que prorrogou o Estado de Pandemia. Como a decisão é provisória, os funcionários do BB estavam inseguros sobre estas questões.

Para entrar em vigor, o acordo precisa ser aprovado pelos bancários do BB nas assembleias que os sindicatos de todo o país realizarão na próxima na quarta-feira, 10 de março, de forma eletrônica. A orientação do Comando é pela aprovação da proposta.

Se for aprovado, o acordo terá validade até o fim da pandemia e vai dar tranquilidade a milhares de trabalhadores que temiam ser descomissionados a qualquer momento e também aos 3.500 funcionários, que segundo o banco, tem horas a compensar neste acordo. Dentre eles, 2.600 têm mais de 200 horas a compensar.

Para o diretor do Sindicato dos Bancários da Bahia e membro da Comissão dos Funcionários do BB, Fábio Ledo, a renovação do acordo é importante, principalmente por impedir o descomissionamento por desempenho, o que vai dar mais segurança para os trabalhadores passarem por este momento tão difícil de pandemia.