Rádio Resistência

Notícias

03/05/2021

Presidente do Senado acata propostas das centrais sindicais para debater problemas nacionais

O presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco, acatou propostas das centrais sindicais de criação um Grupo de Trabalho misto no Congresso Nacional para discutir os problemas que o país enfrenta diante do acelerado processo de desindustrialização e medidas para recuperação da indústria nacional, emprego e renda.

Adilson Araújo, presidente da CTB (foto), e dirigentes da CUT, Força Sindical, UGT, Nova Central, CSB, Intersindical e Pública, realizaram uma reunião virtual com o parlamentar na manhã desta segunda-feira (3).

As centrais apresentaram as seguintes propostas ao presidente do Congresso Nacional:

1. Auxílio Emergencial de R$ 600 até o fim da pandemia (MP 1039).

2. Proteção dos empregos e salários (MPs 1045 e 1046)

3. Criação de um Grupo de Trabalho para debater emprego e indústria/desenvolvimento produtivo (Senado e Câmara + Centrais Sindicais + Confederações Empregadores)

Ficaram definidos os seguintes encaminhamentos:

1. Conduzir debate no Congresso sobre as MPs.

2. Conduzir debate proposito e deliberativo para instituir um Programa de Renda Básica / Cidadã, como um programa permanente de proteção de renda e combate a pobreza.

3. Prioridade para as medidas que garantam o acesso às vacinas e proteção à vida, em especial o apoio ao sistema de saúde (equipamentos e medicamentos).

4. Criar um GT Emprego – Industria/sistema produtivo formado por senadores, deputados, representantes das Centrais Sindicais e Confederações Empresariais (proposta já acorda com o presidente da Câmara dos Deputados Arthur Lira).

5. Presidente receberá as Centrais para a entrega da Agenda Legislativa 2021 (final de maio).