Rádio Resistência

Notícias

22/02/2021

Sem dados da Caixa, bancos demitiram mais de 10 mil

 

Mesmo com lucro na casa dos R$ 66 bilhões, o Itaú, Bradesco, Santander e BB demitiram mais de 10 mil bancários no ano passado. Mas, os números devem ser ainda maiores, já que a Caixa ainda não divulgou o balanço de 2020. Porém, o movimento sindical aponta que o único banco 100% público do país desligou cerca de quatro mil empregados no período. 


Os PDVs (Programas de Desligamento Voluntário) realizados no ano passado colaboram para a quantidade expressiva na Caixa. Somente no primeiro, 2,3 mil trabalhadores aderiram ao programa. O déficit de empregados do banco, que é consequência do desmonte da estatal, tem preocupado os representantes dos bancários. 


Desde 2014, a direção da empresa desligou quase 20 mil pessoas, comprometendo a qualidade do atendimento oferecido à população, pois a Caixa não convoca os aprovados no último concurso público. Apenas anunciou que vai contratar 500 novos empregados e que abrirá 75 agências. Muito longe do ideal.


Para piorar, além de demitir milhares de funcionários, os quatro maiores bancos do Brasil fecharam quase 1.700 agências e postos de atendimento. O Bradesco fechou 1.083 unidade e 3.206 caixas eletrônicos em 2020 e ainda pretende fechar outras 450 agências ainda em 2021. Já o Itaú encerrou as atividades de 167 unidades e postos de atendimento e o Santander de 175. No ano passado, o BB fechou 178 postos de atendimento bancário e, com a recente reestruturação, serão fechadas outras 361 unidades.